Arquivo diário: 22 de novembro de 2018


Cânticos dos Cânticos, 5, 2-6 2.Eu dormia, mas meu coração velava. Eis a voz do meu amado. Ele bate. Abre-me, minha irmã, minha amada, minha pomba, minha perfeita; minha cabeça está coberta de orvalho, e os cachos de meus cabelos cheios das gotas da noite. 3.Tirei minha túnica; como irei […]

Mensagens da reunião: 21/11/2018